Não há palavras a serem ditas…

Último final de semana perdemos nossa aluna querida Samaiana Cacau Neri, vítima de uma parada cardíaca.

Palavra alguma pode auxiliar a diminuir um pouco a dor de familiares e amigos. Sintam nosso abraço afetuoso. Que possamos ser grata(o)s pelo tempo que pudemos estar juntos.