Monitoria Remunerada e Voluntária 2020/1

EDITAL Nº 01/2020 – CELA
PROCESSO SELETIVO PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS E VOLUNTÁRIOS DO PROGRAMA DE MONITORIA

INSCRIÇÕES
A inscrição pode ser realizada, opcionalmente, de forma presencial ou on-line.
Período: a partir das 08h do dia 11 de março de 2020 até as 18h do dia 16 de março de 2020.
Local:
– Inscrição presencial: Secretaria do Centro de Educação, Letras e Artes.
– Inscrição on-line: preenchimento do formulário do google no seguinte link:
https://forms.gle/H8sLTAZGgHEKdifv8 (Para inscrição on-line é necessário endereço gmail)

Leia o Edital antes de se inscrever!

FULBRIGHT – Bolsas para professores de inglês nos EUA

Curso tem duração de um semestre acadêmico com todas as despesas pagas.

Professores de língua inglesa de 18 UF’s, com atuação no ensino médio da rede pública, podem participar de um curso de aperfeiçoamento nos Estados Unidos com todas as despesas pagas. As datas de inscrição variam nos Estados e a seleção é organizada pela Comissão Fulbright em parceria com a Secretaria da Educação de cada Estado participante.

As inscrições devem ser feitas por e-mail da Secretaria de Educação participante. Depois da seleção estadual, a Seduc fica responsável de encaminhar os candidatos selecionados para a etapa nacional do processo, até o dia 28 de fevereiro de 2020.

Os selecionados terão a oportunidade de participar do Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Língua Inglesa (Fulbright Distinguished Awards in Teaching Program for International Teachers – DAI), com duração de um semestre acadêmico. Em uma universidade americana, terão aulas e treinamento intensivo em metodologias de ensino, planejamento de aula, estratégias de ensino, liderança e também no uso de tecnologias em educação.

Podem se inscrever professores dos seguintes estados:

Acre
Amazonas
Ceará
Distrito Federal
Maranhão
Mato Grosso do Sul
Pará
Paraíba
Paraná
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rondônia
Santa Catarina
São Paulo
Sergipe
Tocantins

Requisitos para concorrer:

  • ser professor de inglês do Ensino Médio na rede pública, Estadual ou Municipal;
  • dispender atualmente 50% do tempo de sua carga de trabalho em sala de aula lecionando Língua Inglesa no Ensino Médio;
  • possuir, no mínimo, Bacharelado ou Licenciatura em Inglês com conclusão após 31 de dezembro de 2008;
  • ter, no mínimo, cinco anos de experiência comprovada em sala de aula; demonstrar o compromisso de continuar lecionando na rede pública após a participação no programa DAI;
  • demonstrar compromisso com o ensino de inglês;
  • pouca ou nenhuma experiência acadêmica e/ou profissional no exterior;
  • ter fluência oral e escrita em inglês – apresentar comprovante de proficiência em língua inglesa;
  • ser cidadão brasileiro e não ter nacionalidade americana.

Benefícios do programa

  • Moradia (compartilhada com outros participantes);
  • Passagens de ida e volta para os Estados Unidos;
  • Orientação pré-partida no Brasil;
  • Custos e taxas para a participação no programa;
  • Ajuda de custo para alimentação, aquisição de um laptop para a realização das atividades acadêmicas; de livros e outros materiais educacionais;
  • Workshop de encerramento em Washington, D.C.;
  • Seguro-saúde;
  • Visto de intercâmbio J-1; e
  • Oportunidade de submeter propostas para o Departamento de Estado solicitando apoio financeiro para a implementação de projetos educacionais relacionados ao aprendizado adquirido nos EUA

Inscrição
A inscrição deve ser feita via secretaria estadual de educação. Os e-mails para inscrição, estão no link  do edital abaixo
Consulte o edital completo

Entre em contato com a Secretaria de Educação o para mais informações.

FONTE: Comissão Fulbright Brasil

Colóquio de Literatura: Vozes Femininas tem inscrições prorrogadas até o dia 17/nov

O Programa de Extensão “Língua e Literatura de Línguas Inglesas”, do Curso de Letras/Língua Inglesa da UFAC, convida para o Evento de extensão “Colóquio de Literatura: Vozes Femininas” que acontecerá nos dias 19, 20, 21 e 22 de novembro, de 8h as 12h, no auditório do CELA, na UFAC. A roda de palestras reunirá especialistas de diversas áreas dos estudos literários a fim de refletir sobre a especificidades das vozes femininas trazidas para o debate.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 19/11/2019 – Terça-feira (8h-12h)
Profa. Dra. Maria Aparecida de Oliveira – “Virginia Woolf e outras vozes femininas nas ondas dos feminismos”.
Profa. Esp. Ianele Vital Pereira: “Conquistas femininas na literatura surda”.

Dia 20/11/2019 – Quarta-feira (8h-12h)
Profa. Dra. Camila Bylaardt Volker: “Ursula de Le Guin e a teoria da ficção como sacola”. Prof. Me. Luiz Eduardo Guedes: “Miss Brill: a mulher invisível de Katherine Mansfield”

Dia 21/11/2019 – Quinta-feira (8h-12h)
Profa. Dra. Patrícia Marouvo Fagundes: “Wide Sargasso Sea: a resposta pós-colonial de Jean Rhys ao romance Jane Eyre”.
Prof. Dr. Dennys Silva-Reis: “Sobre o colonialismo de gênero ou a atualidade de Mayotte Capécia”

Dia 22/11/2019 – Sexta-feira (8h-12h)
Profa. Dra. Maristela Alves Diniz: “La literatura revolucionaria de Sor Juana Inés de la Cruz”.
Prof. Me. Diego Jesus Codinhoto: “Sobre algumas aproximações poéticas entre Angélica Freitas e a poesia marginal”

O evento concederá certificado de 30h para ouvintes.
Mais informações pelo e-mail: extensaoing@gmail.com

Novo link de inscrição:
https://docs.google.com/forms/d/12KQqFhuLZU-Rc01TNrymGmZ8q8U-B2AN59wG0ScYm40/viewform?edit_requested=true

Alunos do CAP da Ufac são premiados em olimpíada de inglês

Os alunos do Colégio de Aplicação (CAP) da Ufac, Maria Eduarda Azevedo e Sávio Costa, ficaram em primeiro e segundo lugar, respectivamente, na categoria “Estudantes Geral” da 1ª Olimpíada de Inglês. Eles concorreram na 8ª e 9ª série e são os vencedores da região Norte. A competição ocorreu entre 2 e 27 de setembro e contou com a participação de mais de 130 mil estudantes e 5 mil professores do ensino fundamental 2 e do ensino médio de todo o Brasil.

A olimpíada ocorreu por meio do ChatClass, o robô de inglês do WhatsApp, e foi organizada pela equipe EduSim, em parceria com o Escritório Regional de Língua Inglesa, da Embaixada Americana, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a Associação Nova Escola, para incentivar a aprendizagem de inglês no país. Diariamente, os alunos recebiam novos exercícios temáticos que valiam pontos e também participaram de atividades em grupo com sua turma, podendo assim conhecer novas culturas enquanto praticavam o idioma.

resultado foi divulgado nessa quarta-feira, 16, no site do evento, com a lista dos ganhadores de cada categoria.

Do portal de notícias da Ufac:
http://www.ufac.br/site/noticias/2019/alunos-do-cap-da-ufac-sao-premiados-em-olimpiada-de-ingles

RELO promove Conversas Virtuais sobre ensino de inglês

Aprender uma língua estrangeira não é tarefa fácil. Neste mês, a Embaixada dos EUA lança uma série de seis encontros virtuais no Facebook do RELO Brazil, com a especialista Jan Dormer, que tem vasta experiência no ensino de inglês. Gostaria de participar e ver algumas de suas dúvidas esclarecidas? Envie suas perguntas aqui

Essas conversas são para vocês: aprendizes, professores, pais, gestores ou qualquer pessoa que tenha curiosidade sobre o processo de aprendizagem de inglês na escola.

Tema 1: Como aprendemos uma outra língua?
Data: 28/10/2019

Tema 2: Educação bilíngue: o que é?
Data: 04/12/2019

Tema 3: O que é um bom programa de ensino de inglês?
Data: março 2020

Tema 4: Qual o papel do professor?
Data: abril 2020

Tema 5: Proficiência linguística: o que isso significa?
Data: maio 2020

Tema 6: Líderes nas escolas: qual o seu papel?
Data: junho 2020

Um pouco mais sobre a especialista:

Doutorada na área de Educação, Jan Dormer possui experiência no trabalho com aprendizes e professores na área de ensino de inglês em diversos países e em diferentes contextos de aprendizagem. Tendo vivido a experiência de imigrante no Brasil e em outros países, Jan acrescenta um toque especial à sua expertise na Educação Básica. Atualmente, Jan leciona no programa de pós-graduação em TESOL no Messiah College, Pensilvânia, sendo também autora de várias publicações na área.

Importante: Os encontros serão em português, facilitando o compartilhamento com outros profissionais da área de Educação.

Cambridge University promove webinar gratuito

Assessing Speaking: How to reduce some of the challenges of evaluating your learners
Speaker: Craig Thaine

Most formal English language tests and examinations include a component that focuses on spoken language. The aim of this assessment is to determine a learner’s level of spoken competence. The results of these tests are similar to snapshots frozen in time, and they provide learners with useful feedback and some kind of evidence of ability. 
At the same time, there is another kind of evaluation of learners’ speaking that is carried out regularly by teachers on English language programmes.  Their aim is to determine the kind of progress their learners are making with their oral language and to provide them with feedback for future learning. This is typically known as a Learning Oriented Assessment (LOA) approach to evaluating students’ speaking. 

This webinar will outline some of the differences between formal and classroom-based assessment of speaking. It will then look at what aspects of spoken language teachers can evaluate and focus on an LOA approach. It aims to provide practical suggestions that can make the assessment of speaking easier for both the learner and the teacher.

 15 October 2019  09:00 BST  Online 

Register for the webinar

About the speaker

Craig Thaine is Cambridge DTEFLA qualified and has an MA (Hons.) in Applied Linguistics. 

He is currently Director of Teacher Training at Languages International, Auckland and is a Cambridge ESOL Teaching Awards assessor for both the CELTA and Delta schemes.

Craig has extensive experience developing and teaching English language courses to adult learners, including ESP and EAP courses. Craig is co-author of Empower, the general English adult course.