Pibid – Língua Inglesa realiza reunião mensal presencialmente

O subprojeto Pibid Língua Inglesa, após 17 reuniões mensais que foram viabilizadas através de ferramentas síncronas de comunicação online, realizou na noite de ontem, dia 19 de abril, uma reunião mensal especial com a presença dos supervisores: Prof. Luiz Eduardo Guedes (IFAC) e Prof Alexandre Castro (Escola Edilson Façanha).

Foi emocionante poder estar presencialmente depois de tanto trabalho remoto em que todos puderam avaliar a jornada e comemorar o crescimento pessoal e profissional oportunizado pela participação no PIBID. A coordenação do subprojeto, Profa. Dra. Queila Lopes agradeceu o compromisso de bolsistas e voluntários, assim como dos supervisores, que não mediram esforços diante dos desafios que a pandemia impôs a toda(o/e)s, mas não impedindo de realizar o melhor trabalho possível.

As atividades do subprojeto encerram-se no final deste mês. Tão logo seja lançado edital para novo subprojeto, divulgaremos aqui.

Sigamos lutando por uma educação cada vez melhor.

Pós-graduação Lato Sensu em ensino de Língua Inglesa

A inscrição no Processo Seletivo para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ensino de Língua Inglesa será gratuita, por meio eletrônico, sendo a Ficha de Inscrição disponibilizada no Anexo II, do edital PROPEG Nº 08/2022, devendo ser encaminhada via e-mail para pgingles.cela@ufac.br, em período conforme previsto no Cronograma (do referido Edital).

Parabenizamos aos professoes do Curso de Letras – Ingles pela realização da especialização.

Para maiores informações, acessar o edital:

http://www2.ufac.br/editais/propeg/edital-propeg-no-08-2022-processo-seletivo-para-ingresso-no-curso-de-pos-graduacao-lato-sensu-em-ensino-de-lingua-inglesa-turma-2022/edital_propeg_n__08_2022___ensino_de_lingua_inglesa.pdf/view

Não concluiu sua graduação ainda? Ajude na divulgação!

Oportunidade para ter horas de AACC

O que é mesmo AACC? Atividades Acadêmico-Científico-Culturais.

Como monitor de disciplina você pode ter até 60h de AACC, lembrando que o discente precisa de 200h de AACC para pode integralizar seus créditos e concluir o curso.

O edital de monitoria está a seguir.

Leia atentamente o edital.

Inscrições de 15 a 23 de marco de 2022, no link: https://forms.gle/wQq8qGTEEAnhpSst5.

Vai ter férias? Que tal praticar inglês com um parceiro da UC Davis?

Exatamente, continuaremos com a oferta de turmas de TTD.

As vagas são limitadas e um dos critérios de seleção é a ordem de inscrição. Um outro critério é a participação na sessão tutorial que será dia 1 de fevereiro as 15h. Os inscritos receberão email com orientações sobre a participação no tutorial na manhã do dia 1 de fevereiro.

Não dá para perder tempo. Realize sua inscrição agora mesmo. https://forms.gle/46tqxhzoWdDrqKZG6

As interações com os parceiros da University of California – Davis vão acontecer via Zoom às quintas-feiras entre 3 de fevereiro e 10 de março a partir das 15h10.

Os participantes receberão certificado de extensão.

No teletandem fazemos amigos, aprendemos inglês, desenvolvemos nossa competência intercultural, e a lista de aprendizagens não encerra aqui…

joinus.jpg?format=original

Último encontro mensal PIBID – Inglês de 2021

Na manhã desta quarta-feira, dia 22 de dezembro, aconteceu a última reunião mensal do subprojeto Pibid – Inglês.

A coordenação do programa convidou o Prof. Dr. Rodrigo Queiroz (UFAC – Campus Floresta) para discutir avaliação com os participantes do Pibid – Inglês. O professor realizou seu processo de doutoramento discutindo questões de avaliação na educação llinguística.

As reflexões foram enriquecedoras.

Os participantes puderam esclarecer questões sobre avaliação, identificando processos avaliativos que contribuem com a formação humanística e que potencializa as capacidades de cada aprendiz.

O desejo é que 2022 seja repleto de oportunidade como a de hoje.

Atividades Teletandem 2021 foram um sucesso!

Nessa segunda-feira, dia 20 de dezembro, encerramos a última ação do LIIO em 2021: a oficina de formação de mediadores para atuar no teletandem (TTD).

Foi uma manhã de aprendizagens e discussões que suscitaram muita reflexão entre os participantes. Os futuros mediadores do teletandem UFAC que concluíram essa oficina vão começar a mediar turmas TTD a partir de Janeiro de 2022.

Durante o ano de 2021, 281 estudantes da UFAC e da UCDavis interagiram para aprender a língua um do outro de Janeiro a dezembro em um total de 8 turmas de TTD. Caso não saiba turmas de TTD são turmas formadas por alunos de duas instituições de paises diferentes que se encontram semanalmente por um período determinado para interagir utilizando ferramentas de comunicação síncrona.

Encontram-se para aprender a língua um do outro, no entanto, as aprendizagens que esse intercâmbio virtual viabilizam não se limitam as voltadas às capacidades linguísticas, mas também viabiliza desenvolvimento de competência intercultural e reflexão sobre si mesmo e o outro.

Uma oportunidade ímpar de estabelecer laços de amizade enquanto pratica a lingua que deseja aprender mais.

Vamos continuar em 2022? Com certeza.

Em breve iniciaremos inscrições para as turmas que ocorrerão de Janeiro a Março. Fique atento!!!

A equipe LIIO está animada pelas aprendizagens que estão por vir no TTD.

Traduzindo aqueles que nos traduziram: Uma perspectiva crítica decolonial de tradução a partir das amazônias.

Na próxima sexta-feira (17), das 17h às 19h horário de Rio Branco, o professor Helio Rocha (UNIR) e o professor Rogério Mendonça (UFAC) vão discutir o processo tradutório de narrativas de viajantes de língua inglesa pela América do Sul, em especial, aos empreendimentos ‘viagísticos’ pelos mundos amazônicos, de onde se posicionam para tecer comentário sobre o processo de Tradufagia, que faz emergir no elemento de sua composição o termo grego ‘fagia’, que exprime a ação de comer, de alimentar-se, devorar. ‘Bebem’, portanto, na fonte do processo tradufágico do relato de um missionário anglicano pelos mundos chaquenhos na última década do século XIX e na primeira do século XX.
O termo tradufagia como rito antropofágico do texto submetido ao processo tradutório; trafufagia, então, como ato de ingestão de uma textualidade que, dentre inúmeras ações colonialistas, engessa o Outro, a sociedade e os mundos chaquenhos traduzidos. Metaforicamente, seria abrir o texto escrito em língua inglesa [como dito anteriormente] e procurar [des]traduzir certa discursividade, de modo que o produto desse ato tradufágico desfaça, desmonte certas violências verbais presentes nesse texto em inglês e o reconstrua desdizendo, negando algumas representações, sempre que possível, construções sígnicas subalternizantes da(s) cultura(s) textualizada(s)/traduzidas. Julgam, os professores, que esse processo seja politicamente ético, porque “o ato ético consiste em reconhecer e em receber o Outro enquanto Outro”, como pontua BERMAN (2007, p. 68). O que entendem por ‘outro’ nesse processo é o nativo do Gran Chaco, em especial os Enxet, como também o missionário anglicano em sua tradução do mundo chaquenho.

https://meet.google.com/drn-wvnq-vff