Formação de Mediadores

O Curso de Formação de Mediadores teve hoje seu segundo encontro.

Semana passada tivemos a presença da Profª. Laura Rampazzo do Instituto Federal de São Paulo que, com a Profª. Queila Lopes (UFAC), apresentou o Teletandem seus princípios basilares e tarefas.

Na manhã de hoje, 7 de dezembro, o Prof. Jairo Souza (Ufac) conduziu o debate, levantando reflexões sobre a geopolítica da Língua Inglesa (LI). Reflexão indispensável para professores de LI.

Semana que vem continuamos o curso.

Vale lembrar que o curso prepara mediadores para atuar no LIIO – Laboratório de Intercâmbio Intercultural On-line – do Curso de Letras – Inglês.

Tarefa em andamento

O Projeto de Extensão on-line Digitalidades e Aprendizagem de Línguas realizou semana passada o último encontro síncrono.

Os participantes ainda realizarão tarefas assíncronas, para as quais receberão feedback dos ministrantes do curso para então darmos por encerrada essa jornada que começou na primeira semana de setembro (02/09 foi o dia do primeiro encontro síncrono).

Na última das três dimensões os participantes trabalharam com TDICs para elaboração de tarefas para aprendizagem de línguas.

No último encontro a tecnologia em questão foi o Google Maps.

A equipe DALI agradece aos professores (em formação ou em atuação) por participarem do curso. Alguns professores, mesmo com trabalhando muito mais horas atualmente, não deixaram de participar de cada encontro e realizaram as tarefas propostas.

A partir da experiência, a equipe pensa em realizar encontros periódicos com os professores para trocarmos aprendizagens e experiências.

Os resultados foram significativos e justificam novas ações no sentido de criar comunidades colaborativas constituídas por professores de línguas.

Palavras como a da Prof.ª Lucinéia, que participou das 3 dimensões, estimulam o trabalho e nos fortalecem para o enfrentamento dos diversos desafios que emergem no percurso.

Diante das inúmeras dificuldades que enfrentam os que lutam por educação de qualidade, vale relembrar Cortella (2018) “[…] é preciso insistir num ponto: não é o destino que constrói as minhas rotas, mas há casualidades sobre as quais eu não tenho ingerência. É o lugar do imponderável, a enfrentar com coragem.”

Continuemos, corajosos professores!

Telecolaboração em foco

Ah, estamos com tanta saudade de encontrar vocês!

Olhar nos olhos, abraçar, bater aquele papo de corredor na Ufac.🥰

Ou simplesmente responder um “Oi, tudo bem?” 🤗

No entanto, o que temos para o momento é encontros virtuais. Já nos aproxima um pouco.

Dia 10 temos um convidado da Georgetown University. Ele vai conversar conosco, em inglês, sobre telecolaboração no contexto atual. 👩🏻‍💻

Nunca entendeu bem o que é telecolaboração? Vai ser uma excelente oportunidade. Não vai perder porque ainda vai ter certificação de extensão. 🤓

Essa discussão também vai ajudar a compreender a importância das ações do LIIO – Laboratório de Intercâmbio Intercultural Online para a formação de professores de línguas. Discentes, docentes e comunidade em geral estão convidados.

O Focus 5 – “Telecollaboration in times of crisis” será dia 10 de dezembro com início as 14h (Acre) – (16h horário de Brasília)

Inscrições? http://abre.ai/focus5

Nos encontramos dia 10/12.

Autonomia, reciprocidade e aprendizagem de línguas

No final da tarde de ontem, 9 de novembro, durante uma reunião entre a coordenadora do Laboratório de Intercâmbio Intercultural Online (LIIO) – autora deste post, e a professora Drª Eugênia M. da Silva Fernandes da University of California, Davis, foi definida a primeira parceria no escopo das ações do Laboratório de Intercâmbio Intercultural Online.

Prof.ª Drª Eugenia durante a reunião ontem

Essa primeira ação é uma parceria de teletandem, uma tarefa na telecolaborativa que envolve pares de falantes de diferentes línguas que se encontram semanalmente para aprender a língua um do outro. Os participantes se encontrarão por 10 semanas consecutivas, sempre no mesmo horário, para ajudar um ao outro a desenvolver suas habilidades linguisticos-discursivas na língua que quer aprender.

Nessa ação temos a oferta de 50 vagas. Os encontros virtuais síncronos entre os parceiros acontecerão às segundas a partir do dia 11 de janeiro de 2021 em dois horários, sempre às segundas-feiras, das 15h às 16h e das 16h às 17h. A última sessão ocorrerá dia 5 de abril de 2021, totalizando 20h, com certificação de extensão.

Há 05 vagas para alunos da pós-graduação e 05 para professores de língua inglesa da rede estadual. Para os alunos do Curso de Letras/Inglês, que posteriormente poderão atuar como mediadores em outras turmas do LIIO, há 40 vagas.

OBSERVAÇÃO: Dentre as 40 vagas destinadas aos estudantes de graduação do Curso de Letras/Inglês, serão sorteadas 10 vagas para os estudantes de 1º período (matrícula 2020) que não possuem Coeficiente de Rendimento ou nota de Língua Inglesa. Os demais estudantes do curso terão sua ordem de classificação feita a partir das notas obtidas na última disciplina de Língua Inglesa constante no Histórico Escolar.

Cada grupo de 25 participantes realizará atividades no seguinte formato:

Atividades síncronas: 30min de interação em Língua Inglesa e 30min de interação em Língua Portuguesa.

Atividades síncronas: 30 a 40min (horário a ser combinado com os participantes) de interação em grupos de 10 participantes e o mediador do Teletandem.

Atividades assíncronas: cerca de 30min, de escrita do diário do Teletandem.

Ontem a coordenação entrou em contato com professores do Curso de Letras/Inglês para preparar os mediadores que auxiliarão os participantes.

OS CRITÉRIOS DE INSCRIÇÃO SERÃO:

i) Para estudantes do Curso de Letras/Inglês: estar regularmente matriculado do curso.

ii) Para estudantes de pós-graduação da Ufac: estar regularmente matriculado em curso de pós-graduação da Ufac e apresentar comprovante de exame de proficiência/leitura/suficiência, com nota superior a 7,0 ou nível A2 em exames internacionais, expedido há, no máximo, 02 anos.

iii) Para professores de Língua Inglesa do Estado do Acre: estar em atividade de sala de aula na Educação Básica.

Os critérios de seleção serão:

i) Para estudantes do Curso de Letras/Inglês: nota obtida na última disciplina de Língua Inglesa cursada.

ii) Para estudantes de pós-graduação da Ufac: sorteio.

iii) Para professores de Língua Inglesa do Estado do Acre: sorteio.

Você está interessado e poderá participar?

Inscrições abertas até 15 de dezembro de 2020. https://forms.gle/oKCnn24JePedhpcW7

Práticas letradas digitais na sala de aula

Sexta-feira, dia 6 de novembro, foi o dia de nosso encontro com a Profª Drª Fabiana Cristina Komesu, professora pesquisadora da Unesp, campus de São José do Rio Preto – SP.

A pesquisadora tem dedicado seu tempo a investigar as práticas digitais letradas em ambientes formais de ensino e aprendizagem a partir dos estudos de Letramentos (STREET, 1984; CORREIA, 2013; 2019) na perspectiva da Análise do Discurso, produzindo textos relevantes para professores como “Internetês na Escola” (publicado em coautoria com Luciani Tetani).

Durante o Focus 4 – “Letramentos Digitais e o professor de línguas”, Komesu, considerando o cenário atual, levantou questões que suscitaram a reflexão, como bem disse ela: incitando-nos à “atividade revolucionária que é pensar”.

Komesu apresentou os conceitos de letramentos, multiletramentos e letramentos digitais. Segundo a pesquisadora é fundamental que nossa prática letrada digital, como professores de línguas, esteja pautada numa concepção de língua para além da estrutura como uma prática social historicamente constituida e atravessada por relações de poder que não podem ser negligenciadas ou ignoradas.

Foi uma tarde de muita reflexão e partilha.

E quem perdeu? Bem, Komesu autorizou a gravação e disponibilizamos no canal Youtube do DALI. (Digitalidades para Aprendizagem de Língua Inglesa -grupo de pesquisa/ Ufac)

Aproveitem! https://www.youtube.com/watch?v=F6yXkLXsOiQ

Game over?

Nem pensar!

As professoras (maioria feminina) em atuação ou em formação que participaram da segunda Dimensão do Projeto de Extensão “Digitalidades e Aprendizagem de Línguas” não deram o jogo por encerrado com o término do workshop ontem.

A aventura da gamificação em sala de aula de línguas está só começando para elas. Algumas professoras começaram a usar as ferramentas com seus alunos no decorrer do “Press Start” e reportaram maior engajamento dos alunos nas atividades propostas.

Aqui um registro dos últimos minutos do encontro de ontem. 4 de novembro.

Mas o projeto ainda tem mais uma dimensão. Essa sim, a última.

Na dimensão III vamos trabalhar com tarefas, apresentando tecnologias digitais úteis para o desenvolvimento dessa abordagem.

Interessou?

Se inscreve. http://abre.ai/dali_tarefas

Começaremos dia 18 de novembro.

A equipe DALi está se preparando com dedicação e carinho.

Press start! Professores tornando-se pro-players

O Projeto de Extensão Digitalidades e Aprendizagem de Línguas está a pleno vapor. Essa semana o grupo de pesquisa DALI realizou o segundo encontro da dimensão II do projeto que terá 4 encontros.

Enquanto a dimensão III está carregando, os encontros da dimensão II estão se tornando momentos de muita aprendizagem e troca entre os professores cursistas e ministrantes.

Segundo encontro Dimensão II – Press start!

No encontro dessa semana, os cursistas trabalharam com o Quizalize. A partir da ferramenta o professor pode elaborar games e reproduzir de forma síncrona ou assincrona, com a possibilidade de o aluno escrever respostas mais longas, ouvir áudios, divertir-se aprendendo a língua.  No Quizalize é possível dividir aleatoriamente os alunos em duas equipes, vencendo o jogo a equipe em que os jogadores mais acertarem as perguntas. O professor ainda tem acesso a notas individuais a partir do jogo que ele cria.

Cursistas e ministrantes utilizando o Quizalize.

Semana que vem continuam os jogos.

Letramentos digitais e o professor de línguas

Docente pesquisadora da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”(Unesp) estará conosco via webconferencia para discutir conosco os conceitos de letramentos, letramentos digitais e o lugar do professor de línguas na atualidade.

 Fabiana Komesu é pesquisadora dos grupos Estudos sobre a Linguagem (Unesp/CNPq, desde 2006) e do Núcleo de Estudos de Hipertexto e Tecnologia Educacional (UFPE/CNPq, desde 2007). É pesquisadora do Grupo de Trabalho (GT) Linguagem e Tecnologias da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL, desde 2010). Sua produção está concentrada na área de Linguística, com ênfase no estudo dos temas: letramentos acadêmicos, letramentos digitais, desinformação, fake news, escrita, discurso, internet.

Todos os professores de línguas são convidados. Vagas limitadas.

Inscrição:  http://abre.ai/letramentos_professorlinguas

Haverá certificação de 2h.

Digitalidades e Aprendizagem de Línguas – Dimensão I está encerrando!

Ontem, dia 23 de setembro, o grupo de Pesquisa DALI – Digitalidades para Aprendizagem de Língua Inglesa, realizou o penúltimo encontro da Dimensão I – Vídeos. A oficina que fornece aos professores (e futuros professores) uma oportunidade de conhecer e aprender a usar ferramentas digitais no ensino e aprendizagem, tem seu último encontro dia 30/09.

Já estamos com saudade 😢

Ah, mas dia 14 de outubro vamos começar a Dimensão II – Games.

Está interessado em conhecer e saber como usar ferramentas digitais que vão te auxiliar a gamificar o processo de ensino e aprendizagem de línguas que você media?

Se inscreve já! As vagas são limitadas! Olha o link para inscrição https://rb.gy/wis2qu

A dimensão II, com encontros também as quartas, ocorrerá nos dias 14,21 e 28 de outubro e 4 de novembro.

A equipe do DALI se prepara com dedicação e alegria para cada encontro.

Let’s play and learn!

Luz, câmera, ação

Grupo de Pesquisa DALI – Digitalidades para Aprendizagem de Língua Inglesa, coordenado pela Profª Queila Lopes, e vinculado ao Programa de Formação Inicial e Continuada para Professores de Língua Inglesa, o projeto elaborado e pensado pelo DALI tem sua primeiro encontro hoje a noite às 19h.

Digitalidades para Aprendizagem de Línguas é projeto de extensão cuja ambiência será exclusivamente on-line tendo como público os professores de línguas em formação e em pleno exercício do magistério, objetivando oportunizar o desenvolvimento das competências profissionais do professor da área de línguas relativas à utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), por meio de cursos modulares em formato on-line que auxiliem na implementação de práticas docentes concernentes com a realidade social e cultural presentes no cotidiano da escola pública. Os participantes terão oportunidade de desenvolver letramentos (STREET, 1984; BUZATO, 2007; GOODFELLOW, 2011; LEA & STREET, 2014) para o uso de ferramentas que possam ser utilizadas no exercício de sua docência. Em dimensões temáticas para o ensino e aprendizagem mediado por TICs: vídeo, jogos e tarefas. Desde a divulgação até a avaliação dos cursos, os organizadores optaram por ferramentas interativas, instigando os participantes desde o início a investigação e descoberta de ferramentas digitais. Os cursos serão ministrados por três mediadores por encontro de cada curso. Os encontros serão problematizadores e os participantes serão instigados a elaborar tarefas a serem executadas em seus espaços profissionais de atuação. O resultado esperado é a formação de 250 professores em formação ou em pleno exercício do magistério na rede pública ou privada. 

Serão ministrantes do curso professores da UFAC, IFRO, UNIR e IFAC que integram o grupo de pesquisa, tendo alunos do Curso de Letras – Inglês como tutores.

O Projeto tem 3 dimensões e será executado até dezembro de 2020.

Dimnesão I – Vídeos – Setembro 2020

Dimensão II – Jogos – Outubro 2020

Dimensão III – Tarefas – Novembro/Dezembro de 2020.

Primeira fileira, da esquerda para direita: Tamara Afonso (UNIR), Tatiana de Oliveira (tutora- UFAC), Isabely Lira (tutora – UFAC); Paulo Alencar (tutor – UFAC) e Jannice de Oliveira (UFAC).

Segunda fileira, da esquerda para a direita:Ana Clara Farhat (tutora – UFAC); Andressa Sena (Tutora – Ufac); Dianna Ketlem (IFRO), Rodrigo Nascimento (UFAC), Luiz Eduardo Guedes (IFAC) e Queila Lopes (UFAC)

Inscrições para as dimensões seguintes devem ocorrer em:

Dimensão II – Jogos – A partir do dia 18 de setembro

Dimensão III – Tarefas – A partir do dia 18 de outubro.